Conheça já o Circuito Brasília em Folia!

Em 2024, o Carnaval do Distrito Federal vai ter circuito inédito, reunindo plataformas e blocos que ocuparão três quilômetros no coração da cidade

A maior novidade do carnaval da capital neste ano com certeza será o Circuito Brasília em Folia, uma iniciativa inovadora que promete transformar a maior festa popular brasileira na cidade em uma experiência única e integrada, reunindo três dos territórios carnavalescos do centro do Plano Piloto: o Setor Carnavalesco Sul, o Bloco das Montadas e a Plataforma da Diversidade. Ocupando um trajeto que soma três quilômetros de extensão e que abrigará cerca de 30 blocos, o projeto deverá receber um público estimado de 400 mil pessoas, nos quatro dias de carnaval, de 10 a 13 de fevereiro. Para sair PERAMBULANDO sem medo de ser feliz, você pode acompanhar a programação completa do circuito que será no Instagram circuitobsbfolia.

“Esse protótipo é um pouco do nosso observar de muitos anos, décadas até, do carnaval em Brasília, mas também do nosso acompanhamento de carnavais de ruas de outras cidades. Vamos tentar experienciar esse desafio que vai ser percorrer uma avenida com carnaval sem grades, onde ambulantes possam trabalhar e serem nossos bares, tenha sustentabilidade, acessibilidade, folia e respeito”, explica Dayse Hansa, coordenadora do circuito e produtora do Carnapati.

Para João Cândido, subsecretário de Difusão de Diversidade Cultural do DF, “esse circuito será muito importante para Brasília. Podemos ter um dos melhores carnavais na história do DF“. Segundo a Calculadora Cultural, criada pela especialista em economia criativa Ana Carla Fonseca, o circuito Brasília em Folia, ao custar R$ 1.245.000,00, trará como resultado econômico positivo mais de R$ 80 milhões. Mais de mil pessoas entre artistas, técnicos e prestadores de serviços serão diretamente contratados, incentivando o desenvolvimento econômico local.

Em 2024, tanto o Bloco das Montadas quanto a Plataforma da Diversidade estarão em novos locais. O primeiro será no gramado da Biblioteca Nacional de Brasília no Eixo Monumental, e o segundo no Eixo Cultural Ibero-americano, ao lado da Torre de TV. O Setor Carnavalesco Sul permanece no Setor Comercial Sul. No caminho percorrido entre os três espaços, haverá dois trios elétricos com blocos que vão arrastar foliões e folionas pelo percurso, além da programação que acontecerá nos três palcos. Ah! O filmete promocional está muito bacana. Inclusive, se quiser assistir e passar adiante para divulgar a notícia, basta clicar aqui!


Descentralização
Ensaios, apresentações e desfiles de blocos da cidade em diferentes regiões administrativas como Ceilândia, Taguatinga, Jardim Botânico, Cruzeiro e Plano Piloto, também são parte do projeto. Bem como a promoção de campanhas educativas sobre cultura carnavalesca, redução de danos, combate ao assédio, cuidado com a limpeza urbana e dos espaços públicos.

Transparência
O projeto tem fomento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, realização da Associação Artística Mapati em parceria com o Instituto No Setor e o Distrito Drag e apoio do Coletivo Folia com Respeito e do Instituto Macondo. Respeitando critérios de transparência, a planilha com informações sobre os investimentos necessários para a realização do circuito está disponível neste link.

Fotos: @pdrlcrd, @shakeitbsb e @ninaquintana

Curtiu? Compartilhe!
Rolar para cima