Turnê de Brasilis deixou a capital com boas lembranças

Brasilis, superprodução musical da Mauricio de Sousa Produções, veio a Brasília e emocionou o público ao abordar diversidade cultural com conteúdo rico e produção luxuosa.
O espetáculo enaltece as grandezas e a diversidade cultural brasileira com riqueza nos detalhes regionais e olhar sensível sobre as influências indígena, negra e europeia. A temporada segue em cartaz e desembarca em Curitiba (21 e 22/09), Belo Horizonte (28 e 29/09), Rio de Janeiro (de 5/10 a 27/10), Porto Alegre (de 1 a 3/11). As informações de teatros, datas, horários de sessões e valores de ingressos já podem ser conferidas no www.circoturmadamonica.com.br.

Conversei com Mauro Sousa, ator e músico de formação, empresário, produtor e diretor. Oitavo filho de Mauricio de Sousa. Diretor da Mauricio de Sousa Ao Vivo, empresa responsável pelas experiências ao vivo do grupo Mauricio de Sousa Produções, já soma mais de oito milhões de espectadores em seus projetos, espetáculos, eventos e novos negócios como a inauguração do maior parque coberto da América Latina em 2015, o Parque da Mônica, que atende mais de 500 mil visitantes por ano. Já percorreu com a Turma, todas as capitais do país e também tem aberto frente em outros países como Estados Unidos, Emirados Árabes e Japão, com foco na internacionalização da marca. Confira entrevista:

O Brasil é um dos maiores consumidores de personagens do mundo e na montagem os personagens ganham vida. Quais são os principais cuidados tomados na montagem cênica de um personagem tão visto nas últimas décadas?
Nossos principais cuidados estão sempre em torno do conteúdo do espetáculo, desde o seu roteiro até a cenografia, figurinos e músicas. Como sabemos que são personagens conhecidos, tudo precisa ser muito bem pensado, com responsabilidade, qualidade, e precisam ser divertidos, educativos e interessantes, pra conseguirmos prender a atenção de todo mundo. Para alcançarmos esses objetivos, é essencial ter uma equipe competente e dedicada.

Traduzir em cena uma história de Mauricio de Souza é, sem dúvida um marco na vida de um ator/atriz. Em que tipo de escola teatral foi possível buscar técnicas para a montagem?
A MSP tem o seu próprio método de interpretação, movimentação e treinamento dos atores, que foi criado há muitos anos e está em constante evolução. Todos os atores selecionados passaram por audições até serem chamados para o projeto. Para nós, é importante que os artistas tenham conhecimento de teatro e dança, principalmente.

Há uma cena em que a plateia reage de maneira mais efusiva ou emocional? Que momento é esse?
Há vários momentos, mas eu destaco a aparição da personagem Milena, quando estamos falando sobre cultura africana. Em quase todas as sessões, temos aplausos em cena aberta quando ela aparece!

 

Fotos: Divulgação/MSP
Compartilhe

Deixe uma resposta